Checklist Black Friday

Você já está preparado para a Black Friday desse ano? A sexta-feira mais esperada do ano no mundo do varejo irá acontecer na última sexta de Novembro. E nós preparamos um checklist completo com 10 pontos essenciais para você obter os melhores resultados com a mídia paga.

1. Crédito nas Plataformas

Se você investe em mídia paga, certamente já sofreu com problemas de saldo nas campanhas. Cartões recusados e boletos atrasados são os problemas mais comuns. Para não ter problemas com saldo na sexta-feira, a dica número 1 é: revise o modelo de pagamento das plataformas.

Confira com o seu gerente do banco se você terá limite suficiente para o cartão e que as transações serão aprovadas.

Para pagamentos pré-pagos, adicione crédito na conta com pelo menos 7 dias de antecedência. E não se esqueça de adicionar uma margem de erro no crédito, pois o saldo pode esgotar antes do final do dia e o crédito adicionado na sexta-feira só irá ser depositado na segunda.

2. Rastreio de Conversões

O rastreio é etapa de registro dos eventos que ocorrem dentro do seu site, comumente chamados de conversões. É mandatório, na mídia paga, que você tenha todos os pontos de contato relevantes para o negócio devidamente cadastrados, desde o botão de Whatsapp até a compra do produto.

As conversões são a fonte da inteligência das plataformas, munindo os algoritmos com informações para otimização de públicos e garantindo a visão completa dos resultados aos gestores.

A dica número 2 é: revise todos os pontos de contato e verifique se as tags foram devidamente disparadas.

  • Os eventos devem ser rastreados em todas as plataformas de mídia: Google ads, Facebook Ads, Bing Ads, Programáticas e Google Analytics.
    Dica: Para isso, você pode usar o Google Tag Manager (GTM) para implementar múltiplas tags sem alterar a estrutura de código no site.

  • Então, se você ainda não tem nenhum registro de conversão, nós podemos te ajudar! Entre em contato no site Pareto.io que nós podemos implementar o rastreio através do Pareto Tracking Monitor.

3. Metas no Google Analytics

O Google Analytics é plataforma que registra os eventos globais, identificando a sua origem/mídia. Também é possível acompanhar em tempo real todas as conversões no site, permitindo uma análise on time durante a promoção.

A dica número 3 é: Verifique se as transações e metas estão sendo contabilizadas no Analytics de acordo com a origem da conversão.

Para isso, você deverá realizar testes de conversão a partir de um acesso via campanha. Garantir que o dado está com a origem/mídia correta permitirá análises precisas durante a BF, identificando rapidamente o canal com lacunas ou oportunidades.

4. Pareto Ratio

O Pareto Ratio foi uma métrica criada para medir o risco das suas campanhas de rede de pesquisa, através de uma análise de eficiência entre termos de buscas e palavras-chave.

Não sabe a diferença? É simples!

As palavras-chave são as segmentações que você escolhe no Google para aparecer um anúncio, ou seja, estão sob o seu controle. Já os termos de buscas são pesquisas realizadas por usuários que ativaram o seu anúncio, ou seja, você não tem o controle sobre eles.

Então, o Pareto Ratio mede a razão de termos gastos com mais de uma conversão versus termos sem qualquer conversão.

Um Pareto Ratio com alto risco, pode indicar duas situações. A sua conta possui poucas palavras-chave adicionadas, o que é muito conservador e pouco recomendado. Ou está desperdiçando muita verba em termos de pesquisa que não trazer conversões.

A nossa dica número 4 é: Verifique o seu Pareto Ratio e busque obter uma razão acima de  de 70%.

Se você já é cliente Pareto, confira essa métrica na aba de Análise de Risco do Pareto Ads.

5. Listas de Remarketing

As listas de remarketing são segmentações de usuários que já interagiram com a sua marca, através de um vídeo ou acesso ao site. Na jornada de compra, dificilmente um usuário realizará uma ação no site logo no primeira interação com um anúncio.

A dica número 5 é: Crie listas de remarketing de públicos mais qualificados e adicione em suas campanhas. Nós recomendamos a criação de 5 listas:

  • Quem iniciou o Checkout;
  •  Quem acessou a página de Carrinho;
  • Que visualizou uma página de Produto;
  • Quem acessou a Home Page;
  • Quem Visualizou um Vídeo no Facebook ou Youtube.

 

6. Extensões de Anúncios

As campanhas de rede de pesquisa do Google permitem que você adicione extensões da comunicação, dando informações adicionais ao anúncio de texto.

A dica número 6 é: Crie extensões promocionais para a Black Friday.

  • Para cada categoria ou produto em destaque, considere ter pelo menos uma extensão de Sitelink, Snippet e Frase de Destaque.

  • Também recomendamos o uso da extensão de promoção, que já possui a data da Black Friday e Cyber Monday já pré-definidas.

Atenção: Lembre-se de colocar sempre a data de término nas extensões! Isso evitará que as extensões criadas para a Black Friday continuem sendo divulgadas após a data fim.

Dica: Personalize a comunicação adicionando extensões em níveis mais específicos como campanha e grupo de anúncio. Assim, você está aumento a eficácia na comunicação, sendo assim, suas métricas de Performance de Anúncios na Análise de Risco irão alcançar os valores de 100% (baixo risco).

7. Ranking de Qualidade

No Google, o ranking do seu anúncio é dado pelo investimento monetário do leilão (lance) multiplicado pelo índice de qualidade da sua palavra-chave (1 até 10).

Segundo a WordStream para um Quality Score de 1, você poderá pagar um CPC até 400% mais caro que a concorrência e para valores acima de 7, uma economia de 28,60%.

Imagine que você irá investir na Black Friday R$1.000 em uma campanha e o CPC médio é de R$1,00. Logo, você terá 1.000 cliques e com uma taxa de conversão de 1%, chegará em 10 vendas. Dependendo do seu índice de qualidade (QS), suas vendas podem variar entre 2 e 14 nesse caso!

Por isso, a dica número 7 é: Revise o índice de qualidade da sua conta. Na Análise de Risco do Pareto Ads, você terá o valor global da conta (que não existe no Google Ads) para as três métricas que influenciam no resultado de qualidade:

  1. Experiência na Página de Destino

  2. Relevância de Anúncio

  3. CTR esperado

Atue sobre a métrica que mais agride o resultado global e ganhe em eficiência! Veja neste artigo dicas de como melhorar suas métricas do QS.

8. Merchant Center e Catálogo

Essa dica é para você que é um e-commerce e trabalha com divulgação de produtos no catálogo do Facebook e em campanhas de Google Shopping. Dica número 8: Verifique os erros do Catálogo e Merchant Center.

Evite ao máximo ter itens reprovados! Eles podem causar a reprovação da conta e impedir a veiculação dos produtos durante a Black Friday.

9. Ajustar Estratégias Smart

Se você usa uma estratégia de lance Smart no Google Ads, o período da Black Friday é um momento importante para garantir a melhor eficiência das campanhas.

A dica número 9 é: ajuste corretamente as estratégias Smart para evitar aprendizados e perda de oportunidades no leilão!

  1. Roas Desejado: considere 7 dias antes da sexta-feira, reduzir a sua meta de ROAS em até 30%. Essa alteração irá permitir que o algoritmo do Google tenha maior competitividade durante a inflação do custo por clique na semana, dando maiores chances de participação no leilão em melhores posições.

  2. CPA Desejado: Seguido a mesma lógica do ROAS, também recomenda-se um aumento de até 30% para a meta de CPA.

  3. Maximizar Conversões: Caso as suas campanhas não tenham conversões suficientes na semana para o uso de uma estratégia de CPA ou ROAS, a recomendação é utilizar esta estratégia. Logo, o algoritmo buscará consumir a verba destinada para a campanha, gerando o maior volume de conversões possível.

10. Planejamento Logístico

Não basta revisar as estruturas de campanha da sua mídia paga. A dica número 10 está voltada para a logística de entrega e estoque de produtos, fatores críticos para a performance das campanhas.

  1. Grade Furada
    A grade furada consiste em não ter todos os modelos disponíveis para um produto. No caso de um e-commerce de moda por exemplo, significa ter a blusa em um tamanho de baixa procura e com apenas uma cor disponível.

    Ao anunciar um produto com a mídia paga, é importante garantir a disponibilidade de todos os tamanhos. Dessa forma, você irá reduzir as chances de perder uma venda por falta de disponibilidade de um produto.

    Dica: Para a Black Friday, faça uma análise dos produtos que mais venderam ao longo do ano e garanta que tenham estoque suficiente durante a promoção.

  2. Logística de Entrega
    A adoção de estratégia para a entrega são importantes para a performance de campanha. De acordo com o Google, na BF de 2020 os anunciantes que possuírem frete grátis e entrega expressa estarão com maiores vantagens competitivas.

    Se você tem essa disponibilidade em algumas praças, considere utilizar essa comunicação nos anúncios para atrair os clientes durante a promoção.

 

Então, essas foram nossas 10 Dicas para se planejar para a Black Friday. Confira outros artigos sobre o tema aqui em nosso Blog:

Ferramentas Gratuitas para Testar seu Site

Principais Métricas para acompanhar durante a Black Friday

5 Dicas para Planejar seus Criativos de Black Friday

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Bitnami