O objetivo deste artigo é ajudar as lojas virtuais que querem investir em marketing digital e estão perdidas com tantas opções, estratégias e canais de divulgação. Google Ads, Facebook Ads e E-mail Marketing são só alguns exemplos.

Como Aumentar as Vendas Online?

A primeira coisa é definir uma boa meta. Como chegar a 500 pedidos por mês no e-commerce?

Na maioria dos casos, principalmente na área de moda onde temos muitos clientes, essa é uma boa meta de pedidos ao mês. Isso considerando que você é um e-commerce de pequeno porte no seu primeiro ano de operação.

Para chegar lá o quanto antes, não basta ter um boa estrutura digital, ou seja, um bom e-commerce integrado às suas plataformas complementares de CRM, ERP, e-mail marketing, redes sociais etc.

É preciso investir em marketing digital e divulgar o seu negócio para potenciais compradores nos mais diversos canais. Agora, qual estratégia e quais ferramentas escolher?

Existem dezenas de ferramentas e estratégias para divulgar os seus produtos e serviços na Internet. O problema é que nem todo mundo tem dinheiro ou expertise suficiente para testar todas elas. O primeiro passo, portanto, é definir quais são as melhores estratégias de marketing digital e os melhores canais para divulgar o seu e-commerce.

Resumidamente, existem duas maneiras de fazer marketing online para e-commerce: através do Outbound Marketing e através do Inbound Marketing.

A primeira forma consiste em investir em anúncios para atrair potenciais compradores de maneira direta, com forte intenção de compra. A segunda envolve marketing de conteúdo, ou seja, publicação de informações relevantes para o seu público-alvo, a fim de atraí-lo para o seu site de forma mais orgânica, menos comercial.

O ideal é investir nas duas estratégias ao mesmo tempo. Mesmo um pequeno e-commerce pode aproveitar as duas maneiras. Abaixo segue mais detalhes do que é melhor em cada uma.

Outbound Marketing – Google e Facebook

Indo direto ao ponto, tem que investir no básico, ou seja, todo e-commerce precisa anunciar no Google e no Facebook. Não tem como fugir.

Através do Google Ads é possível anunciar para pessoas que procuram pelo seu produto ou serviço no Google ou que visitam sites relacionados ao seu segmento.

Através do Facebook Ads, também é possível definir públicos extremamente segmentados e exibir os anúncios de diversas maneiras dentro da rede social.

Talvez um sistema valha mais à pena do que o outro, mas é fundamental que você teste a fundo cada um antes de concluir qual é melhor.

Muitos dizem que investir em anúncios no Google Ads e no Facebook Ads não dá certo ou é muito caro. Entretanto, eu duvido que essas pessoas tenham testado da maneira certa e considerando todas as variáveis envolvidas.

Recebemos muitos e-commerces aqui na empresa que investiam milhares de reais e nem mesmo rastreavam as conversões que vinham dos anúncios.

Sem medir da maneira correta, é impossível investir em links patrocinados. Inclusive, ter o rastreio de tudo e poder controlar os gastos em tempo real é a maior vantagem do marketing digital em relação ao marketing offline. Isso tem que ser aproveitado.

Outro fator relevante é que mais de 90% do faturamento do Google vem do Google Ads. São bilhões de dólares gerados pelos seus anunciantes divulgando seus produtos diariamente no Google. Isso não vai mudar tão cedo. Se você ainda não investe, está deixando de ganhar muito dinheiro.

Também é possível anunciar no LinkedIn, Instagram, Twitter, investir em posts em blogs e sites especializados e em muitos outros sistemas. Porém, se o seu orçamento mensal para marketing digital é menor do que R$10.000 por mês, foque apenas no Google Ads e no Facebook Ads.

Aqui na Pareto, nós temos clientes que investem mais de R$20.000 por mês apenas no Google Ads e batem recordes de vendas a cada mês. Outros clientes investem a maior parte em Facebook Ads e possuem um retorno incrivelmente alto. Alguns chegam a faturar mais de R$15.000 para cada R$1.000 investidos em anúncios no Facebook Ads! Independente da sua margem de lucro, com um retorno desse, eu tenho certeza de que você lucraria muito.

Se você ainda não investe nesses sistemas ou investe menos de R$1.000 por mês, comece a pensar sobre o assunto!

Corte investimentos de onde você não consegue medir o retorno exato ou simplesmente aloque mais investimento para esses canais. Sugiro um mínimo de 3 meses de investimento em campanhas bem estruturadas e gerenciadas.

Se não possui expertise e possui tempo para se dedicar a isso, faça os cursos gratuitos do Google Ads e do Facebook Ads. É de total interesse deles lhe ajudar. Agora, se não tem tempo, procure uma agência certificada pelo Google e Facebook, como a Pareto Group, e automatize o marketing do seu e-commerce.

Inbound Marketing – Conteúdo e Newsletter

O marketing de conteúdo é uma estratégia fundamental para que você tenha uma fonte orgânica e contínua de novos clientes no médio e longo prazo sem ter que investir muito dinheiro. O objetivo é criar conteúdo gratuito e relevante para o seu público-alvo (como este aqui ;)) em troca de informações de contato. Assim, você poderá nutrir essa lead ou cadastro com mais conteúdos via e-mail, por exemplo, e no momento certo oferecer algo que lhe interesse comprar.

Muitos se frustam aplicando esta estratégia, porque pensam que é só publicar conteúdo semanalmente ou até diariamente para começar a receber muito tráfego no site e gerar vendas logo nos primeiros meses. O crescimento não é tão rápido assim. Com um bom planejamento, espere resultados significativos depois de pelo menos 9 meses.

Por outro lado, uma ótima forma de alavancar o resultado é combinar com o Outbound Marketing. Anunciar o seu conteúdo gratuito, como um e-book, um artigo ou um vídeo, pode lhe gerar milhares de leads ou prospectos com poucas dezenas de reais. Para alguns segmentos nós já conseguimos gerar 1.000 leads qualificadas com pouco mais de R$50!

Para começar, eu sugiro um blog atrelado ao e-commerce ou uma página da empresa no Facebook. Para obter os cadastros e começar a trabalhar o e-mail marketing, indico fortemente o MailChimp. Um ferramenta barata, intuitiva e se integra com todas as plataformas que você precisa.

Para manter o seu conteúdo relevante, você também precisa entender de SEO (Otimização para Mecanismos de Busca, na sigla em inglês). A sua plataforma de e-commerce deveria oferecer recursos automáticos para lhe ajudar nisso, mas se ela não oferece, procure se informar sobre o assunto no blog da Pareto ou fale com um dos nossos consultores sobre o seu caso. Caso não saiba O que é SEO e como ele funciona, leia aqui!

Dica: O segredo do Inbound Marketing é a regularidade. Se proponha a publicar conteúdo pelo menos duas vezes na semana e faça isso sempre. Se não tiver tempo, contrate alguém pra criar pra você, mas nunca deixe de publicar. Assim, depois de um ano você terá um ótimo tráfego orgânico, principalmente se impulsionar seu conteúdo com anúncios.

Outras Maneiras…

Além do que foi citado acima, um e-commerce também pode investir em Marketplaces, realizar parcerias, testar estratégias de growth hacking, anunciar através de outras plataformas de mídia programática etc. Entretanto, todo e-commerce de alto nível investe em Google Ads e Facebook Ads.

Se ainda não usa bem esses dois canais e não tem tempo ou equipe para fazer tudo, esqueça o resto por enquanto. Foque em no Facebook, Google e E-mail Marketing.

Importante: Antes de investir em marketing, é preciso garantir que a sua estrutura digital esteja eficiente. Com isso, cada centavo investido será melhor aproveitado. Não adianta levar milhares de potenciais compradores para o seu e-commerce se, quando chegam até o carrinho de compras, por exemplo, eles não conseguem finalizar o pedido.

Como exemplo, temos clientes que aumentaram as vendas em mais de 30% do dia para a noite apenas mudando o sistema de pagamento no Checkout para um mais eficiente. Veja, neste artigo, 7 dicas da pareto para aumentar a taxa de conversão do seu e-commerce.

Como está sendo sua experiência com o Google Ads ou Facebook Ads? Como está seu retorno? Quanto já está investindo? Se ainda não investe, por que não? Você investe em marketing de conteúdo? Como está a geração de leads e os acessos no site? Confira outros artigos do Blog da Pareto!

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Bitnami