avançado

Uso de Listas de E-mail3 min read

By novembro 26, 2018 No Comments
Tempo de leitura: 2 minutos

Nesse artigo explicaremos um pouco mais sobre a utilidade das listas de e-mails em sua conta e a importância desse recurso. É fundamental frisar que usamos estas listas com diferentes objetivos para cada plataforma e de acordo com o segmento do seu negócio. Veja, a seguir, algumas das aplicações para as listas de e-mails.

::Google Ads::

Tipos de campanhas que podemos aplicar as listas:

  • Rede de Pesquisa
  • Display (Somente Gmail)
  • Youtube

Mas qual é a aplicabilidade?

Para Rede de Pesquisa

Com essas listas, podemos negativar públicos específicos que desejamos excluir da segmentação nas campanhas de rede de pesquisa. Com isso, os anúncios não vão imprimir para esses usuários.

Por outro lado, podemos segmentar e aplicar lances específicos para usuários selecionados.

Exemplo prático: Alunos já matriculados ou assinaturas anuais, que não faria sentido serem impactados, gerando custo para a conta.

Para YouTube

Assim como na rede de pesquisa, a ideia aqui é a mesma. Segmentar para públicos específicos ou excluí-los! Visando maior assertividade e economia de custos para sua conta.

Para Display (Gmail)

Para campanhas de Display, o Google tem algumas regrinhas. Para usarmos essa segmentação, precisamos de pelo menos 1000 e-mails ativos do Gmail.

Atenção: Para usufruir desse recurso no Google Ads é preciso que a conta cumpra os seguintes requisitos:

  • Bom histórico de pagamentos;
  • Pelo menos 90 dias de histórico no Google Ads;
  • Mais de US$ 50.000 em gastos totais. Para anunciantes com contas gerenciadas em outras moedas que não sejam o dólar americano, o valor de gasto será convertido para USD usando a taxa de câmbio média mensal referente a essa moeda.

 

::Facebook Ads::

Se você tem um e-commerce, saiba que esse recurso é fundamental para impactar novos usuários. Aplicamos a lista de e-mails com públicos bem específicos de lookalike. Com isso, o próprio Facebook cruza informações de usuários que tenham características e interesses parecidos com o público alvo que já estão conectados com seu negócio para impactá-los com anúncios.

Outra forma que exploramos essa lista é impactando a rede de clientes que já converteram, porém em um curto espaço de tempo, visto que esse tipo de público costuma “saturar” muito rápido.

Por outro lado, se o seu objetivo é a captação de leads, a estratégia é um pouco diferente. Essas listas são aplicadas muito mais com a finalidade de identificar a qualificação dos leads captados. Entendemos que no seu mercado, muitas das vezes, existem leads desqualificados que não condizem com a sua área de atuação. Então, é fundamental identificarmos aqueles contatos válidos, não é mesmo?

Para que essa estratégia funcione, precisamos trabalhar juntos, vou explicar um pouco de que maneira. Pelo menos uma vez por mês, é preciso que nos envie listas atualizadas de todos os contatos qualificados que recebeu através da plataforma. A partir daí, aplicaremos estas listas novamente às campanhas e o próprio Facebook identificará os públicos que trouxeram leads “quentes”, priorizando-os. Por outro lado, aqueles ad sets que geraram leads “frios” serão desligados ou otimizados pelo nosso time.

Leave a Reply

Bitnami